Política Cultural da Cidade
MAP - um novo Equipamento Cultural

Diadema tem reconhecimento nacional e internacional por suas políticas sociais, isto nas mais variadas áreas da administração pública. No campo da Cultura o diferencial está no arrojo de investir na construção da cidadania cultural, vontade expressa na rede de dez centros culturais e nove bibliotecas; na Cia de Danças; na Lira Musical e na Jazz Sinfônica; na Casa do Hip-Hop; fundamentalmente pelo processo permanente de oficinas culturais, acesso à diversidade de criação e expressão artística.

A partir de 2006 entrou em cena a parceria com o Ministério da Cultura - MinC - o que possibilitou a criação de uma nova rede, agora de nove Pontos de Cultura, todos de relevância ao processo cultural da cidade, no entanto o Museu de Arte Popular - MAP - é o único que propriamente representa um novo equipamento, o que significa uma vitória para a expressão da cultura popular, pois se constitui como espaço permanente para ações culturais, local em si educativo, aberto à diversidade das manifestações artístico-culturais da comunidade; de reconhecimento legítimo e visível destas expressões. Destaca-se ainda o acesso gratuito às atividades e os canais de parceria com a comunidade para a construção de sua política pública.

 

 

 

 

 

| A Cidade e suas origens

| Politica Cultural da Cidade

| Construção de um Olhar

| Um Sonho Chamado MAP

| MAP uma bem Público

| Inauguração e Exposições

| MAP e seu acervo

|Parcerias, ações e participações

| Os caminhos do MAP

| Equipe de trabalho

| Catálogos Digitais MAP

| MAP Matérias

<< Anterior - Próxima >>

<< Voltar - Home >>

<< Home MAP