As brumas do tempo

Permanecem no templo

Se esparramam com as luzes do vento

João by João

Envie uma poesia para esta imagem clicando aqui